RED BULL DISTRICT RIDE 2017

September 5, 2017

 

Nesse último sábado (02-09) rolou a oitava edição do RED BULL DISTRICT RIDE. Esse gigantesco evento de MTB Slopestyle que aconteceu em Nuremberg na Alemanha, manteve a tradição de surpreender tanto os pilotos quanto o público e nos mostrou o que podemos esperar do futuro do Freeride mundial.

 

De cara, uma pista de quase 1km, projetada por Martin Söderström, foi construída no meio da Cidade Antiga de Nuremberg e surpreendeu pela variedade de obstáculos encaixados em total harmonia com as construções centenárias, proporcionando muito flow e manobras perfeitas. O público deu um show a parte, milhares de pessoas se espalharam pelas ruas, escadarias e praças da cidade para acompanhar o evento. A pista foi dividida em cinco distritos, Castle Drop District, Box District, Jeep The Rhythm District, Tech District, Big Air District, e a somatória das notas em cada um deles, revelaria o vencedor.

 

Os riders iniciavam a descida no Castle Drop District com um Flat Drop, uma curva fechada com um paredão e já mandavam um Hip Jump, uma pequena descida e já entravam no Box District com um step down e um box de madeira construído no meio de uma praça. De lá seguiam para o Jeep The Rhythm District, onde encararam o Mega Hip, uma rampa com 8m de altura, um duplo e um step up para iniciar a transição para o enorme Step Down que iniciava o próximo distrito, o Tech District. Muita criatividade e engenhosidade na transição até o Big Air District, os pilotos entravam em um prédio e subiam 4 andares de elevador. Uma câmera ao vivo acompanhava todas as reações do piloto nesse momento de concentração até encarar o maior de todos os obstáculos da pista. Uma descida com 14 metros de altura, uma rampa de lançamento de 4,5m e a recepção de 10 metros de altura.

 

A competição começou com uma grande baixa, infelizmente Brett Rheeder sofreu uma queda após tentar um opposite 720 no Step up do 3º Distrito nos treinos, e com muitas dores no joelho, não participou das finais. Com isso a pista estava aberta para a nova geração do Slopestyle, Nicholi Rogatkin (USA), Emil Johansson (SWE), Diego Caverzasi (ITA), Szymon Godziek (POL) muitos nomes que já vêm se destacando tanto no ranking da Diamond Series quanto no circuito Crankworx,.

 

Emil Johansson fez duas descidas sólidas, com o seu estilo fluido inconfundível e os seus tradicionais combos perfeitamente executados, encaixando bem as manobras, fez uma pilotagem segura para garantir o título geral da FMB Diamond Series.

 

-video da descida de Emil Johansson

 

Porém isso não foi suficiente para Emil chegar ao lugar mais alto do pódio do Red Bull District Ride. Com muita energia, agressividade e velocidade, Nicholi Rogatkin atacou os obstáculos e se sagrou o campeão do dia, fechando sua segunda descida com um inédito 1440, quatro giros completos em cima da bike. Manobra que garantiu um 92.05, tirando as chances de Emil alcançá-lo.

 

-video onboard da descida de Nicholi Rogatkin

 

Para fechar o pódio em terceiro lugar, Szymon Godziek deixou aquela sensação de que mesmo que se tivesse feito um pouco a mais, não seria o suficiente para bater o 1440 de Ragaatkin. Talvez se conseguisse mandar o Backflip Superman One Hand Seatgrab, que ele executou com perfeição na competição de melhor manobra, poderia ter alguma chance.

Um piloto que merece destaque entre todas essas feras, é o jovem italiano Diego Caverzas, que com uma descida muito fluida e segura, mandando manobras difíceis com perfeição garantiu o quarto lugar na competição. Vale lembrar que Diego não corre por equipe de fábrica.

 

O RED BULL DISTRICT RIDE 2017 deixou claro mais uma vez que o Freeride Slopestyle é uma realidade. É um esporte plástico, cheio de adrenalina e que o público adora assistir. Os pilotos estão treinando, se preparando cada vez mais, inventando manobras e juntando outras, criando combos que até para os mais experientes às vezes é difícil entender.  Pilotos lendários como Ryan Niquist participando da competição, mais de 10 mil pessoas acompanhando no local, grandes marcas apoiando, parceria com o poder público da cidade, transmissão mundial ao vivo e o resultado é uma competição onde todos ganham. Agora é esperar o Red Bull Rampage, que acontece em outubro, para ver como essa nova geração do Freeride vai encarar os maiores nomes do esporte nos desfiladeiros de pedras vermelhas de Utah.

 

-conheça os participantes do Red Bull Rampage 2017


 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

February 20, 2018

Please reload